O não que era sim

Não sei se interessei-me por ela
Por ela não interessar-se por mim.
Sempre que pensava que ela não estava interessada por mim, interessei-me por ela.

Não sei se ela não interessou-se por mim
Por eu estar interessado por ela.
Sempre que ela me dizia não, desconhecia que tinha meu coração na mão.

Estava interessado por ela
Por não dela fletir no meu sim.
Sim! O que eu poderia fazer para sair deste confim?
Ignorava o meu sim para mudar o não dela.
Num espertar ou despertar
Sei lá como dizer!
Meu ontem, agora e os dias que ainda não existem, são dela.
Entreguei a um não que sempre foi sim.

Autor: Elebrak Costa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s